fevereiro 10, 2010

remix em pessoa

Sábado ao fim da tarde, chuva miudinha e Jô Soares a dizer Fernando Pessoa no Teatro Villaret. Sala cheia, bilhetes comprados com uma semana de antecedência para arranjar lugares bem à frente. Dezoito e quarenta, dez minutos atrasados, as luzes apagam-se e Jô Soares, qual poeta fingidor, encarna o menino de sua mãe ao volante do chevrolet pela estrada de Sintra. Delicio-me com as palavras ditas, tão bem ditas, com a tranquilidade e graça de quem conta um conto.

Estava a gostar tanto quando, no prazer imenso de não cumprir um dever, Jô Soares dá por finda a récita numa altura em que cri ser ainda cedo para intervalo. No meu espanto, o relógio marcava dezanove e vinte. Quarenta escassos minutos tinham passado.

A frustração foi superior ao prazer e saí da sala recordando uma frase do próprio Jô num programa qualquer do tempo em que eu via televisão sem ser por acaso e de raspão:

"Estão mexendo no meu bolso..."

6 comentários:

Diana disse...

Olá
Já vi que tem um bom gosto extremo pela maravilhosa selecção de musica que me está a dar tanto prazer ouvir enquanto lhe escrevo estas curtas palavras.
Adorei o seu comentário ao espectáculo do Jo...como produtora do mesmo fico muito feliz que tenha gostado. fiquei menos feliz quando vi que se sentiu "traida" em relação ao custo do bilhete. Acredite que foi pensado e repensado em função de muitos factores, custos do projecto, tempo de duração do show, lotação da sala, etc, etc, etc...muito gostariamos de ter conseguido praticar preços mais baratos mas foi impossível pelas implicações inerentes...
Como já percebi que é uma pessoa sensível à arte, gostaria de lhe recomendar uma das melhores vozes e um dos mais delicados artistas e musicos da nossa praça António Zambujo www.antoniozambujo.com, vamos fazer o concerto de lançamento do seu 4º CD no Teatro São Luis dia 14 de Abril. Entretanto se puder e quiser espreite o seu site e escute alguns temas do CD "Outro Sentido". Espero que goste, depois diga-me fico curiosa em saber o meu email é geral@espelhodecultura.pt
um abraço Diana VP

tcl disse...

Olá Diana

Muito obrigada pelo seu comentário e pelas sugestões que me deixou.

E repare, não são os 25€ do bilhete, não é isso. É a duração do espectáculo. Não me importaria de ter pago mais. É que 40 minutos é mesmo pouco tempo. Não sabia quanto tempo durava, estava à espera de pelo menos uma horita, vá lá... Soube a pouco, queria mais. Vi O Jô Soares sair do palco, pensei que era intervalo e afinal tinha acabado! Foi uma frustração...

De qualquer forma,os meus parabéns pela produção!

投癢癢 disse...

Haste makes waste...................................................

Rodrigo Aroeira disse...

Ola,adorei seu blog,mistura..poesia,arte,natureza,sentimentos e sensações muito particulares.

Ganhar dinheiro disse...

Por acaso também vi este espetaculo...
coincidências

ganhar dinheiro disse...

Esse era o tipo de informação que eu estava procurando. Obrigada !